abril 2021 Cresce o número de aeroportos operados por torres digitais remotas
Seguindo uma tendência mundial do setor aeroportuário, o Aeroporto Intercontinental George Bush, em Houston, acaba de instalar duas torres digitais da Saab para controle do pátio de manobras. E o mesmo irá acontecer no pequeno aeroporto de Friedman, em Montana, no noroeste dos EUA.
No Aeroporto de Billund, o segundo da Dinamarca, a solução de torre digital remota será providenciada pela Frequentis. O teste de prova de conceito do novo sistema acaba de ser concluído com sucesso pela Naviair, provedor de serviços de navegação aérea dinamarquês.

A própria Marinha britânica também já encomendou um sistema semelhante, seguindo a Royal Air Force e o Aeroporto de London City, que possui uma torre digital desde 2017.

Permitindo gerenciar remotamente operações de vigilância aérea e terrestre, redes de segurança, além de integrar dados de voo e vários tipos de sistemas ambientais, as torres digitais estão cada vez mais presentes, como no novo Aeroporto de Istambul (Turquia), um dos mais movimentados do mundo, a torre digital é uma solução flexível e escalonável que fornece a controladores um conjunto de ferramentas de automação para.

No Brasil, a Base Aérea de Santa Cruz, no Rio de Janeiro, tornou-se, no ano passado, o primeiro aeroporto do hemisfério sul a funcionar com uma torre digital remota.

Saab - divulgação
Associados Dados do setor Contato

SHS Quadra 06, Complexo Brasil 21
Torre A, Sala 207 Asa Sul, Brasília
CEP: 70.316-102
Telefone: (61) 3039-9561

Sigam-nos!
© 2019 ANEAA - Todos os direitos reservados