fevereiro 2021 AGS Airports prepara drones para entregas médicas
A partir do segundo trimestre de 2022, drones poderão ser usados para transportar medicamentos e suprimentos médicos no Reino Unido. O projeto está sendo liderado pela AGS Airports, proprietária e operadora dos aeroportos de Aberdeen e Glasgow, na Escócia, e Southampton, no sul da Inglaterra.

O projeto CAELUS (Care & Equity – Healthcare Logistics UAS Scotland) começou em 1º de dezembro e, se os testes que estão sendo realizados forem bem-sucedidos, essa poderá ser a primeira rede britânica de distribuição de medicamentos essenciais, sangue, órgãos e outros suprimentos médicos em toda a Escócia, especialmente nas zonas rurais.

O consórcio, que reúne 14 organizações incluindo a Universidade de Strathclyde e o provedor líder de controle de tráfego aéreo NATS, já dispõe de £ 1,5 milhão do Fundo de Desafio de Voo Futuro da Estratégia Industrial do Reino Unido.

Além de desenvolver a infraestrutura terrestre necessária para recarregar os drones e os sistemas para controlá-los durante o voo, um aspecto fundamental do projeto será desenvolver “estradas aéreas” para garantir que os drones compartilhem o espaço aéreo com a aviação civil em segurança.

“Este projeto tem potencial para revolucionar completamente a maneira como os serviços de saúde são entregues na Escócia”, diz Derek Provan, CEO da AGS Airports, acrescentando que isso vale não só para a capacidade de acelerar a entrega de suprimentos médicos essenciais e reduzir o tempo de espera por resultados de exames, mas, sobretudo, ajudar a equilibrar o atendimento a populações urbanas e rurais remotas.

Associados Dados do setor Contato

SHS Quadra 06, Complexo Brasil 21
Torre A, Sala 207 Asa Sul, Brasília
CEP: 70.316-102
Telefone: (61) 3039-9561

Sigam-nos!
© 2019 ANEAA - Todos os direitos reservados