Notícias



Viracopos reduziu em 50% o descarte de lixo

O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), reduziu pela metade o descarte de lixo. Em um período de nove meses, 1,6 mil toneladas de resíduos deixaram de ser enviadas para o aterro sanitário

Essa ação faz parte do Projeto de Coleta Seletiva, implantado desde abril de 2014. Agora, a meta é manter esse desempenho para reduzir ainda mais o lixo que seria encaminhado aos aterros sanitários.

O gerente de meio ambiente de Viracopos, Sérgio Rugai, destacou que a quantidade de lixo recolhida representa aproximadamente 50% do volume total gerado, que deixou de ser destinado a depósitos, em uma significativa contribuição para o meio ambiente.

O motivo que fez Viracopos implantar a ação, segundo explicou o gerente, foi justamente a possibilidade de desenvolver uma iniciativa baseada no conceito de desenvolvimento sustentável, agregando valor aos resíduos gerados no sítio aeroportuário, que possuem alto potencial de reinserção na cadeia produtiva.

Para a implantação do Projeto de Coleta Seletiva, foi realizada uma parceria entre Viracopos, Corpus Saneamento e Obras e Cooperlínia Ambiental do Brasil.

“De todo esse processo, é importante ressaltar que Viracopos possui total rastreabilidade por meio de documentos de transporte e destinação final dos resíduos”, disse Rugai.

Além disso, Viracopos desde sua concessão à iniciativa privada, desenvolve projetos que contribuem com a melhoria dos processos e busca da sustentabilidade.

Já existem, por exemplo, estudos sobre reuso da água, na qual a água da Estação Produtora de Água de Reuso – EPAR Capivari II será levada até o aeroporto por uma nova adutora com nove quilômetros de extensão.

A utilização desta água por Viracopos permitirá a redução do consumo de água dos mananciais da região e uma economia de R$ 145 mil mensais.

O investimento em pesquisa em serviços ambientais em parceria com a Empesa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), é mantido pela concessionária Aeroportos Brasil Viracopos (ABV) através do Projeto Gramados.

O “Projeto Gramados” é desenvolvido desde 2011 pela Embrapa Pecuária e conta com a parceria da ABV desde junho de 2013.

Quanto as ações referentes à eficiência energética, o novo terminal de passageiros de Viracopos foi projetado para ser sustentável, com uso de energia solar, água da chuva e o uso da luz natural.

Além disso, contará com a instalação de vidros fotovoltaicos, que formarão 33 claraboias no teto do terminal. Com isto, Viracopos será pioneiro no mundo em sustentabilidade.

 

Fonte: Viracopos Portal de Serviços