Notícias



RIOgaleão inicia busca por novo operador de câmbio para o Aeroporto Internacional Tom Jobim

O RIOgaleão inicia nessa sexta-feira (23) a busca por um novo operador de câmbio para o Aeroporto Internacional Tom Jobim. A RFP (Request for proposal) prevê propostas para operar até 8 novos pontos divididos entre o terminal 2 e o novo Píer, com previsão de conclusão das obras em abril de 2016. Os projetos poderão ser enviados até o dia 23 de novembro.

O julgamento das propostas será embasado pela análise de temas como: estrutura organizacional e gestão, conceito e design – qualidade e inovação, novidade e singularidade do conceito proposto –, estratégia de atendimento aos clientes – qualidade da equipe, treinamento, velocidade no atendimento –, entre outros quesitos. Após a escolha da melhor proposta, a empresa poderá assinar um contrato de cinco ou dez anos com a concessionária.

“É de extrema importância, em um momento onde queremos consolidar o RIOgaleão como porta de entrada do Brasil e um dos principais hubs da América Latina, assegurarmos aos nossos passageiros que eles podem contar com um serviço eficaz e de confiança, imprescindível para todo viajante que sai de seu país”, ressalta Sandro Fernandes, diretor comercial da concessionária. Os interessados em participar do processo de seleção devem entrar em contato pelo e-mail comercial@riogaleao.com para obter mais informações.
Melhorias de infraestrutura

Com investimento de R$ 2 bilhões até abril de 2016, as melhorias de infraestrutura do aeroporto incluem a construção do Píer Sul, com 100.000 m², que terá 26 novas pontes de embarque, novos banheiros e fraldários, duplicação da área de Duty Free para 8.000 m2, além de 14 esteiras rolantes, 14 elevadores, seis escadas rolantes e cerca de 6 mil m² dedicados a salas Vips. Três entre as 26 novas pontes de embarque contarão com especificações técnicas para acomodar aeronaves do código F, consideradas as maiores do mundo (A-380 e 747-8). O RIOgaleão foi o primeiro aeroporto do Brasil a receber autorização da ANAC para pouso e decolagem do A-380.

Em um ano de operação, a concessionária inaugurou 33 novas posições de check-in e mais de 60 novos serviços de alimentação e varejo, além de melhorar o funcionamento de escadas rolantes e elevadores e abrir ao público as seis esteiras rolantes do conector, que ligam o terminal 1 ao terminal 2. Atualmente, o Aeroporto Internacional Tom Jobim tem o terceiro maior movimento de passageiros do Brasil, com um volume de 17,3 milhões de passageiros em 2014, mantendo a sua média composta anual de crescimento de 11% entre 2004 e 2014. Durante os Jogos Olímpicos, a expectativa é de que cerca de 1,5 milhão de pessoas, além do fluxo usual de passageiros, circulem pelos terminais do Aeroporto Internacional Tom Jobim.

 

Fonte: RIOgaleão