Notícias



RIOgaleão Cargo firma contrato com IATA para certificado CEIV Pharma

O RIOgaleão Cargo, ativo de logística da concessionária RIOgaleão – Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, é o primeiro aeroporto da América Latina a firmar contrato com a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) para obtenção do certificado CEIV Pharma (Centre of Excellence for Independent Validators).

Para alcançar esta certificação, o aeroporto participará de um programa adotado mundialmente, que consiste em auditorias e treinamentos técnicos no terminal de cargas. Estas ações terão o objetivo de garantir que o armazenamento e o transporte de produtos da indústria farmacêutica estejam em conformidade com as melhores práticas e normas operacionais adotadas no mercado internacional, garantindo ainda mais qualidade aos serviços oferecidos e à integridade da cadeia fria, além de reduzir os riscos e custos logísticos para os clientes deste setor estratégico.

“Hoje, o RIOgaleão é uma das principais portas de entrada para os produtos farmacêuticos no País. Estes bens representam, aproximadamente, 20% da receita total do nosso terminal de cargas. Atualmente, o Brasil e a Índia assumem, juntos, a segunda posição no ranking mundial de países emergentes que figuram no mercado farmacêutico de cargas, perdendo apenas para a China. Nós queremos despontar nesse cenário e elevar ainda mais nossos padrões e nossa participação neste segmento. A obtenção do certificado CEIV Pharma, aliada aos investimentos que estamos fazendo no terminal de cargas, certamente nos apoiarão em consolidar a nossa posição como uma das principais portas de entrada do segmento na América Latina”, reforçou Patrick Fehring, diretor do RIOgaleão Cargo.

O terminal de cargas da concessionária RIOgaleão tem recebido importantes incrementos e, desde agosto de 2014, foi iniciado um programa de investimentos da ordem de R$ 20 milhões destinado à realização de melhorias no terminal. Dentre as ações, se destaca a inauguração de uma nova câmara fria, que possibilitou triplicar a capacidade de armazenamento de cargas refrigeradas. O novo espaço, que ocupa uma área de 11 mil m³, tem dois ambientes de diferentes temperaturas e é o único no País a contar com um transelevador, que propicia ainda mais agilidade na operação.

 

Fonte: Mercado & Eventos