Notícias



Inframerica entrega pista recuperada do Aeroporto de Natal

Depois de 24 dias de obras, a pista do Aeroporto de Natal foi liberada no último dia 6 de outubro. As obras de recuperação foram finalizadas no dia 4 de outubro, seis dias antes do previsto.

No período em que a pista esteve operando em horário reduzido, a movimentação aérea foi de 846 pousos e decolagens e cerca de 108 mil passageiros (contabilizados até o dia 30/09). Esse resultado estava dentro do previsto pela concessionária, que manteve 90% do fluxo e da movimentação aérea. É importante destacar que o índice de aproveitamento das aeronaves foi superior do que o esperado nessa época de baixa temporada.

Durante o período de reparo, cerca de 120 funcionários da administradora e de empresas terceirizadas trabalharam na obra. A taxiway, que foi transformada em pista para não interromper as operações do Aeroporto, atendeu aos pousos e decolagens com excelência sem nenhuma intercorrência.

Para o diretor de operações da Inframerica Juan Djedjeian, o trabalho incessante e minucioso da equipe de engenharia aprimorou a pista, que deverá ter desempenho pelos próximos 10 anos.”Trouxemos especialistas e engenheiros de Brasília para acompanharem o desenvolvimento do trabalho. Instalamos uma usina de asfalto dentro do sítio aeroportuário, a menos de dois quilômetros de distância da pista, com o objetivo de minimizar o tempo de transporte da massa asfáltica até o local de aplicação. As equipes trabalharam durante 12 horas por dia e o resultado é uma pista nova, com duração de 10 a 15 anos, como era para ser, e com toda a segurança operacional prevista”, conta.

Desde o dia 6, o Aeroporto de Natal recebe voos noturnos, mas a movimentação regular do terminal retornou na data prevista de 10 de outubro. A liberação antecipada da pista teve o objetivo de evitar os cancelamentos de voos noturnos e receber qualquer tipo de aeronave. O Terminal voltou também a receber voos alternados e pousos emergenciais.

“Entregamos a pista seis dias antes do previsto, desta forma qualquer voo que sair atrasado da sua origem poderá pousar com segurança no Terminal no período noturno. As operações regulares, com 24h de funcionamento do aeroporto, retornaram no dia 10, isto porque as companhias tiveram que ajustar a malha aérea para as obras e, durante este período, as empresas aéreas não venderam passagens fora do horário previsto para as atividades do terminal. Voltamos com a programação normal no dia 10”, explica Djedjeian.

O avião cargueiro da Lufthansa retoma sua operação no dia 15 de outubro com a nova aeronave, um Boeing 777-200. O avião é mais moderno e possui uma capacidade de até 104 toneladas, um aumento de 10% no transporte de cargas para Frankfurt, na Alemanha. Já os voos internacionais retomam seus voos ainda no mês de outubro.

A obra foi financiada com recursos próprios do acionista e todo o planejamento foi adequado para que o aeroporto não interrompesse as operações aéreas, demonstrando o comprometimento da Inframerica com a concessão e a população potiguar. “Entregamos a obra antes do previsto e reafirmamos o nosso compromisso com o Rio Grande do Norte. Possuímos um dos aeroportos mais modernos do Nordeste, vamos trabalhar para atrair mais voos para Natal e tornar o terminal potiguar ainda mais competitivo”, finaliza o diretor.

Fonte: Inframerica