Notícias



Fim de ano terá reforço nos aeroportos

Em coletiva de imprensa, realizada na tarde desta terça-feira (9), o Ministro Moreira Franco informou que os principais aeroportos do Brasil terão um esquema especial de funcionamento de 15 de dezembro a 10 de janeiro, para garantir a segurança e o conforto das pessoas que deverão passar por eles no período das festas de fim de ano. Segundo estimativa da Secretária de Aviação Civil (SAC), cerca de 20 milhões de pessoas devem passar pelos principais terminais do País nesta temporada, número 7% maior do que o registrado no mesmo período de 2013.

Moreira Franco destacou o trabalho que será realizado pelos operadores aeroportuários, aéreos e demais órgãos presentes nos aeroportos do País para evitar transtornos nos momentos de maior demanda. “Assim como na Copa do Mundo, todo o setor de aviação civil está envolvido nesse planejamento”, disse o ministro. Inspirada no planejamento da Copa, quando os aeroportos atenderam ao pico de demanda com sucesso, a SAC fará visitas técnicas aos terminais com maior movimentação prevista no período das Festas (Santos Dumont, Galeão, Congonhas, Guarulhos, Brasília e Salvador). Durante as visitas, técnicos da secretaria acompanharão a operação e os indicadores de desempenho, como tempo de fila de check-in e de restituição de bagagem. “Queremos repetir a experiência exitosa da Copa e dar aos passageiros o máximo de conforto e segurança também no fim de ano, que é o período de maior movimento dos aeroportos.”

Os operadores privados dos aeroportos de Guarulhos, Viracopos, Natal, Brasília, Galeão e Confins reforçarão suas equipes com 5,7% mais funcionários. Segundo Jorge Jardim, Presidente da Associação Nacional das Empresas Administradoras de Aeroportos (ANEAA), os aeroportos concedidos adotarão uma série de medidas, que vão da antecipação de férias de funcionários ao aumento da área disponível para as filas e manutenção preventiva nos pavimentos de pista e pátios.

Visando o maior conforto do passageiro, os aeroportos concedidos adotarão diversas outras ações para o período de fim de ano. Aumento do número de voos, reforço e treinamento do efetivo, contratação de funcionários bilíngues, ampliação do número de totens de check-in, operação de tecnologia especial para controle migratório e novo sistema de gerenciamento de pátio são algumas das medidas planejadas pelas concessionárias.

A operação conjunta, definida pela Conaero (Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias), inclui reforço de 21,3% no pessoal dos órgãos públicos, intensificação da fiscalização da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), que terá 85% de agentes a mais, e compromissos das empresas aéreas de manterem balcões de check-in com ocupação máxima nos horários de pico e de deixarem aviões extra à disposição. As aéreas também se comprometeram com a ANAC a não praticar “overbooking” (venda de assentos em quantidade superior à capacidade da aeronave). Eduardo Sanovicz, Presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), afirmou que manterá o índice de pontualidade de voos em 93%.

 

Foto: Élio Sales