Notícias



Dilma diz que novo terminal nivelou aeroporto de Guarulhos com os melhores

O novo terminal de Guarulhos, com capacidade para 12 milhões de passageiros ao ano, nivelou o aeroporto internacional de Guarulhos com os melhores do mundo, disse nesta terça-feira a presidente Dilma Rousseff.

“Guarulhos deixou de ser um aeroporto que operava no limite e passou a ser comparável com os melhores aeroportos do mundo”, assegurou a governante ao inaugurar oficialmente o terceiro terminal do maior aeroporto do Brasil.

Segundo a presidente, o novo terminal e a modernização dos outros dois elevou a capacidade do aeroporto de 35 milhões de passageiros ao ano para cerca de 51 milhões de viajantes.

Dilma acrescentou que, menos de 30 anos após sua fundação, o aeroporto de Guarulhos se transformou no principal do país, mas “sua importância cresceu mais rápido que sua estrutura”.

O novo terminal descongestionará o transporte aéreo a poucos dias da Copa do Mundo e estará destinado exclusivamente a voos internacionais.

De acordo com os administradores do aeroporto, o terceiro terminal operará com toda sua capacidade a partir de setembro, quando será responsável por 80% dos voos internacionais com destino ou origem em São Paulo e poderá receber simultaneamente 34 aeronaves de 25 companhias aéreas.

O novo terminal, com 192 mil metros quadrados e um dos mais modernos do país, conta com elevadores panorâmicos, esteiras elétricas, paredes de vidro que aproveitam a luz natural, sistemas de reciclagem de água de chuva e câmeras de segurança com capacidade de identificar rostos.

Dilma assegurou que o Brasil teve que ampliar e modernizar seus principais aeroportos não pela Copa, mas por um significativo aumento da demanda por transporte aéreo no país graças à redução da pobreza.

“No Brasil houve um processo de elevação, como uma onda das pessoas a terem condição de transformar o avião numa opção”, afirmou após destacar que nos últimos anos cerca de 46 milhões de brasileiros engrossaram a classe média.

“As mudanças que nós realizamos aqui, portanto, fazem parte do esforço que nós viemos fazendo para atender essa verdadeira transformação que foi passar dos 36 milhões que viajavam de avião no inicio da década passada pra 111 milhões hoje”, acrescentou.

Antonio Miguel Marques, presidente do consórcio GRU AirPort, grupo privado que adquiriu a concessão do aeroporto, afirmou que Guarulhos já é responsável por dois terços das pessoas que chegam ao Brasil e agora “oferece tratamento de primeiro mundo não só aos que cheguem para o Mundial, mas em qualquer período”.

O aeroporto foi outorgado em concessão em 2012 a um consórcio formado pela empresa brasileira de infraestruturas Invepar e a operadora sul-africana Airports Company South África.

Fonte: UOL Economia