Notícias



Brasil inaugura 1ª torre de controle remota do hemisfério sul

E por falar em modelo virtual, o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) acaba de inaugurar a primeira torre de controle remota do país e do hemisfério Sul. Ela funciona na Base Aérea de Santa Cruz, no Rio de Janeiro, que abriga alguns dos esquadrões de caças responsáveis pela defesa do espaço aéreo brasileiro.

Um conjunto de 16 câmeras fixas instaladas no topo da torre de controle de Santa Cruz transmite imagens de todo o sítio aeroportuário (pista, espaço aéreo, pátio de aeronaves, hangares e outras instalações) substituindo os olhos dos controladores na torre convencional. As imagens em tempo real são enviadas para o ambiente operacional remoto, onde são visualizadas em 14 monitores de 55 polegadas e altíssima definição que proporcionam uma visão 360º da área controlada. 

Além de aumentar a segurança da operação, já que o controle aéreo pode continuar sendo realizado mesmo diante de ameaças ao terminal, a torre remota melhora a visualização para os operadores. Os sensores digitais conseguem captar elementos de uma forma ainda melhor do que o olho humano e também possibilitam operar o aeroporto em dias de pouca visibilidade, como em situações de nevoeiros e chuva. Equipadas com tecnologia Pan Tilt Zoom (PTZ), as câmeras conseguem aumentar a imagem em até 24 vezes, conferindo mais nitidez a objetos localizados a quilômetros de distância.

A Suécia foi o primeiro país do mundo a ter um aeroporto operado com uma torre remota, em 2015. A tecnologia só é utilizada hoje em uns poucos países da Europa, além dos Estados Unidos.