Notícias



Aeroporto de Brasília poderá operar até 52 aeronaves por hora

O Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea (CGNA) comandado pela Aeronáutica aumentou neste mês de novembro a capacidade do sistema de pista do Aeroporto de Brasília, passando de 44 movimentos/hora para 52 movimentos/hora. Com a autorização o Terminal brasiliense se torna o aeroporto com maior capacidade de pista do Brasil, podendo realizar um voo a cada um minuto e nove segundos, aproximadamente.

Depois de estudos e informações obtidas a partir de uma média ponderada das diferentes condições de operação das pistas, como qualidade, visibilidade em situações meteorológicas adversas, tempo de ocupação, capacidade de pátio, direção do vento e a categoria das aeronaves, o órgão militar definiu que o Aeroporto de Brasília poderá receber mais oito novos voos por hora. Isso significa um crescimento de até oito mil passageiros a mais todos os dias, considerando a média de movimentação do Aeroporto.

O Aeroporto de Brasília possui duas pistas paralelas com aproximadamente 3,2km de extensão cada, que funcionam simultaneamente para pousos e decolagens. Por dia uma média de 450 aeronaves aterrissam e decolam na capital federal. Quando comparados os números de voos de janeiro a outubro de 2014 com o mesmo período do ano passado, já houve um incremento de 2,18% na movimentação de aeronaves no aeródromo.

Essa nova qualificação do sistema de pista gera novas oportunidades de negócio e criam uma maior facilidade na aprovação de voos. Em horário de pico o Aeroporto já estava operando na sua totalidade, com a ampliação da capacidade, os usuários terão novas oportunidades de rotas nos horários mais procurados. Hoje os períodos de maior movimentação são de 07h às 12h e de 17h às 22h30.

Com esse incremento no número de operações/hora, empresas aéreas já estão procurando o Aeroporto de Brasília para negociar novos pedidos de voos. A projeção é que até o final do ano, o passageiro tenha mais opções de horários para diversos destinos brasileiros.

O crescimento do Aeroporto de Brasília só foi possível após o desenvolvimento e a implementação de um ambicioso projeto de modernização do Terminal. “Depois de 18 meses de obras começamos a colher resultados positivos. Hoje todos podem desfrutar de um Aeroporto moderno e confortável”, diz Alysson Paolinelli, presidente da Inframerica.

As obras de reforma e ampliação do Terminal, promovidas pela concessionária Inframerica, resultaram na conquista do 2º lugar em movimentação de passageiros do Brasil e o 3º em movimentação internacional. Nos dez meses deste ano mais de 14 milhões de usuários utilizaram o Terminal como ponto para desembarque, embarque e conexão. “Investimento, obras, novos serviços e um projeto audacioso foram responsáveis pelo crescimento e as novas conquistas do Aeroporto de Brasília. A Inframerica acreditou no potencial do Terminal e está transformando o espaço em um dos mais modernos do país”, afirmou Paolinelli.

As obras que visam adequar a estrutura do Terminal às novas demandas continuam e o objetivo é atrair novos destinos nacionais e internacionais para o portfólio do Aeroporto. “O crescimento do Aeroporto em 2014 tem sido contínuo, tanto que passamos do 4º aeroporto mais movimentado para o 2º. O Terminal também vem se consolidando como um grande hub doméstico. As obras continuam e o objetivo é crescer ainda mais sem esquecer a qualidade, segurança e a satisfação dos nossos passageiros.”, conclui o presidente.

 

Fonte: Imprensa Inframerica
Foto: Jua Pita